Timberland PT Comprar
Carrinho

Como é que aperto as minhas botas de caminhada?

2024-05-23

Como é que aperto as minhas botas de caminhada?

Timberland Original 6-inch boots

As botas de caminhada são um artigo essencial para todas as pessoas que encaram este passatempo com seriedade. Embora te sintas confortável ao utilizar os teus ténis do dia a dia, estes não são adequados para subires uma serra ou caminhares por terrenos inexplorados. Por exemplo, os teus ténis podem não ter aderência suficiente para te impedir de cair de um rochedo. Além disso, também te podes arrepender de os levar para atravessar quaisquer riachos que encontres pelo caminho. Investir num bom par de botas de caminhada pode fazer com que a tua jornada não seja tão perigosa e que te foques apenas em aproveitar a experiência ao máximo.

Todavia, mesmo que já tenhas um bom par de botas, sabias que é possível que as estejas a utilizar de forma errada? Até mesmo as melhores botas de caminhada podem deixar o teu calcanhar sair do sítio, fazer-te bolhas ou até mesmo a coxear no final do dia. Tudo depende da forma como apertas os atacadores. Por isso, quando decides começar a tua nova caminhada ou ir para a América do Sul de mochila às costas, é importante que dediques algum do teu tempo a aprender as melhores técnicas para apertar as botas e, dessa forma, evitar dores nos pés.

Qual o tamanho ideal dos atacadores das tuas botas

Os atacadores das botas de caminhada foram feitos para durar tal como o calçado em si. Costumam ser cilíndricos, feitos a partir de fibras de tecidos entrançadas que são resistentes e flexíveis, ou seja, o teu calçado fica bem apertado, todavia, permite flexibilidade para que os teus pés possam respirar. No entanto, existem algumas botas que também têm atacadores achatados. Por norma, os atacadores que vêm com as tuas botas costumam ser de boa qualidade. Mesmo assim, será sempre útil ter um par de atacadores extra sempre à mão, caso algum se parta durante uma caminhada.

O tamanho dos atacadores depende do tamanho da bota em si, pelo que se queres garantir a máxima segurança nas tuas caminhadas, é fundamental que escolhas os atacadores ideais. O mais fácil será utilizares os atacadores de origem das tuas botas para escolheres uns parecidos. Todavia, se isto já não for possível, podes fazer uma estimativa quanto ao comprimento, através do número de ilhoses ou furos das tuas botas. Por exemplo, uns atacadores de 91 cm são ideais para botas com quatro ilhoses, já os atacadores de 114 cm são excelentes para botas com 5 ilhoses. Também é aconselhável que os compres num tamanho acima caso as tuas botas tenham um formato mais largo do que o habitual, ou se colocas os atacadores de forma mais elaborada.

Como apertar as botas de caminhada

As principais técnicas para apertar os sapatos focam-se sobretudo na segurança e conforto, têm como objetivo manter os pés no sítio e aliviar a tensão nas zonas que estão magoadas ou onde sentes o pé apertado. Saber como deves apertar o teu calçado de forma correta faz com este pareça uma extensão natural do teu pé. Vamos começar com algumas técnicas básicas e depois então progredir para outras mais avançadas e especializadas.

Nó de Cirurgião

Esta técnica para apertar os atacadores pode ser utilizada em conjunto com outros métodos, o que faz dela um excelente ponto de partida. Isto pode ajudar-te, especialmente se o teu calcanhar costuma escorregar quando estás a descer um trilho ou se costumas fazer bolhas em torno dos calcanhares. A razão pela qual isto te acontece é porque há muito espaço na parte de cima do teu pé. O nó de cirurgião ajuda-te a apertar as tuas botas à volta do tornozelo.

  1. Puxa o teu calcanhar para trás o máximo que conseguires.

  2. Encontra as ilhoses que estão mais próximas do topo da bota e onde esta se começa a inclinar para a frente. É aqui que dás o nó de cirurgião em cada uma das pontas.

  3. Puxa bem os atacadores para garantires que não existem folgas.

  4. Depois disso, aperta os atacadores com um nó normal e dá mais uma volta.

  5. Puxa-os e passa-os pelas ilhoses que se seguem.

  6. Repete o nó duplo e acaba de apertar as botas cruzando os atacadores num padrão em forma de cruz.

Aperta os atacadores num padrão de janela

Ao contrário do nó de cirurgião, apertar os atacadores num padrão de janela é mais adequado para quando as tuas botas estão demasiado apertadas em determinadas zonas. Por exemplo, se tens tendência a criar bolhas nos pés, apertar os teus atacadores num padrão de janela pode aliviar o atrito. Ou então se as tuas botas apertam muito à volta dos tornozelos, apertar os atacadores num padrão de janela evita que tenhas dor nessa área a longo prazo. Esta técnica para apertar os sapatos é bastante simples.

  1. Identifica a zona onde sentes incómodo.

  2. Aperta os atacadores com um padrão cruzado e justo até chegarem a essa zona.

  3. Passa os atacadores pelos orifícios laterais, em vez dos opostos, desta forma criam uma abertura no padrão (uma janela).

  4. Continua o padrão cruzado a seguir à janela que criaste.

Também podes adicionar um laço de cirurgião por cima da janela para apertares as botas. Contudo, lembra-te que isto pode colocar mais tensão e que pode anular o alívio proporcionado pela janela.

Aperta os atacadores de forma a aliviares a tensão nos dedos dos pés

Tal como foi dito acima, apertar os atacadores de maneira a deixar uma janela pode ajudar-te a aliviar as dores nos pés, isto, se deixares uma janela na zona imediatamente acima dos dedos. Porém, isto pode não ser o suficiente para evitar o atrito e a criação de bolhas. Neste caso, deves tirar os atacadores das botas e começar a pôr os atacadores novamente, basta saltares o primeiro par de orifícios. Isto deve dar-te o espaço necessário para te livrares das bolhas a curto prazo. A longo prazo, talvez devas considerar a hipótese de comprar um par de botas de caminhada mais adequado para os teus pés.

Aperta os atacadores de forma a aliviares a tensão no teu calcanhar

É fundamental que o teu calcanhar tenha estabilidade quando andas de mochila às costas, para que consigas evitar lesões e dores nas pernas. Ainda assim, as tuas botas podem tornar-se desconfortáveis se as apertares com força até à parte de cima. Embora sintas a tentação de não colocar os atacadores nas ilhoses do topo, esta não é uma boa solução a longo prazo, pois reduz o nível de apoio que é dado ao teu calcanhar. Existe uma técnica melhor em que te basta apertares os atacadores na direção oposta. Tira completamente os teus atacadores e coloca-os novamente, mas desta vez deves começar pela parte de cima das botas, e cruzar os atacadores até chegares ao fim. Depois, basta dares um nó no último par de orifícios. Pode parecer estranho, mas acredita que os teus tornozelos te vão agradecer.

Aqui tens mais algumas dicas úteis para apertares as botas

Independentemente da técnica que estás a usar, existem mais uns quantos aspetos a ter em conta quando apertas as tuas botas e que vão fazer com que se adaptem melhor aos teus pés.

  1. Põe os atacadores depois de calçares as botas para perceberes onde deves as apertar ou deixar folgas.

  2. Garante que o teu pé faz um ângulo de 90º com a tua perna e também é melhor que estejas numa posição sentada.

  3. Certifica-te de que a língua da bota está centrada. Se não estiver, irá criar uma pressão desigual o que provoca mais atrito e bolhas.

  4. Escolhe um bom par de meias. Devem ser suficientemente compridas para evitar que as botas tenham contacto direto com a pele. Também devem ser respiráveis.

Optar por não utilizar atacadores

As botas de caminhada sem atacadores também podem ser uma opção a considerar. Este tipo de botas de caminhada tem borrachas laterais para que as possas apertar com maior fabotascilidade ou então têm um fecho de correr. Algumas sapatilhas de caminhada têm uma fita ajustável para ajudar a segurar à volta do pé, bem como apoio extra dos dedos dos pés para facilitar as escaladas. Se optares por umas botas sem atacadores, precisas de garantir que estas têm o tamanho certo, porque não terás forma de as ajustar à volta do teu pé, já que não poderás recorrer às várias técnicas para apertar os atacadores.

Pés felizes são sinónimo de uma viagem de mochila às costas feliz

Como podes ver, existem várias formas de apertar as tuas botas para garantir que os teus pés estão em segurança. Por isso, quer decidas caminhar pela montanha, num passeio ou ir numa viagem de mochila às costas, não deverias preocupar-te com bolhas, atrito ou pés magoados. Aliás, ao aplicares estas técnicas para colocar os atacadores e optares por um bom par de botas da nossa loja, garantes que nem sequer precisas de te preocupar com os teus pés de todo. Só precisas de desfrutar da tua viagem ao máximo.