Timberland PT Comprar
Carrinho

Uma mochila para toda a vida

2024-05-22

Uma mochila para toda a vida

Não importa se vais escalar uma montanha, ter aulas na universidade ou fazer as tuas deslocações diárias — com a mochila certa tudo fica mais fácil. Mas provavelmente escolher o acessório correto requer um bocadinho mais de atenção do que imaginas. Fatores como quanto peso carregas, se são itens frágeis e por quanto tempo normalmente vais usá-la nas costas são parte desta equação. Escolhe bem agora e poderás ter uma mochila que vai durar por muitos anos — até mesmo toda a vida. Para pôr-te a pensar, eis aqui os nossos cinco tópicos para procurares na tua próxima mochila.

timberland-backpacks

1. Confere a capacidade de que precisas

Como sabes, há mochilas de todos os tamanhos, e não é difícil ficar tentado a comprar uma que é demasiado grande, principalmente se te fores aventurar na natureza. Se pensares em quantas coisas normalmente precisas carregar, vais perceber que afinal não é assim tanto — a menos que sejas um trekker muito dedicado.

Um dos problemas em comprar uma mochila demasiado grande é que os itens que colocas dentro tendem a acumularem-se no fundo. Isto significa que o centro de gravidade encontrar-se-á abaixo da tua caixa torácica, o que cria uma tendência a puxares os ombros para trás — nada confortável e nada saudável, principalmente em longas distâncias. Compra uma mochila que acomoda todas as tuas coisas na zona das tuas escápulas, se for pequena, ou entre o pescoço e os quadris, se for grande, para ficares com tudo bem arrumado.

O lado negativo de uma mochila pequena demais é um pouco mais óbvio: não vais conseguir pôr lá dentro tudo de que precisas! Mas, obviamente, se precisas sempre de carregar um portátil ou algum outro tipo de equipamento, mede-o antes de comprares a mochila. Algumas trazem na descrição o tamanho específico de portátil que comportam.

2. Bolsos, divisórias e compartimentos

Uma mochila não deve ser um contentar tão grande que podes meter lá tudo para dentro. Logo vais descobrir que os itens menores acumulam-se no fundo e depois já não consegues encontrar nada. Quanto mais bolsos, divisórias e compartimentos houver, melhor. Dá sempre jeito ter um bolso interno com um fecho éclair próximo da abertura para carregares coisas de valor, como a tua carteira e o telemóvel com segurança. Mas todo bolso e compartimento interno ajuda a manter os itens em segurança. Divisórias e compartimentos também ajudam-te a distribuir o peso mais uniformemente, o que é essencial para caminhadas mais longas.

Os bolsos externos são igualmente úteis, principalmente quando fazes caminhadas na natureza. Podes guardar ali os teus mapas, aparelho de GPS, garrafas de água, lanches e aquele selfie stick que carregas sempre, tudo à mão.

3. Verifica a resistência à água

Ao contrário das roupas para o ar livre as mochilas não precisam de tecidos tecnológicos respiráveis — precisam somente ser o mais resistentes à água possível. Assim, tanto se estiveres a fazer uma caminhada na natureza com só o essencial, ou se estiveres a carregar aparelhos eletrónicos caros para o escritório, certifica-te de que a chuva fica do lado de fora da tua mochila escolhendo uma feita de tecido à prova de água.

Mas lembra-te: a resistência à água tem de ser concebida no próprio design da mochila, e não só no tecido. Fechos à prova de água podem contribuir para que os bolsos permaneçam secos, principalmente se tiverem uma sobreposição do tecido por toda a sua extensão. Abas por cima dos bolsos e da abertura principal também ajudam a manter a água do lado de fora, como podes ver na nossa mochila Shawnee. Não adianta ter um tecido à prova de água se há uma grande abertura na parte superior.

Backpack-with-laptop-sleeve

4. Há apoio para a coluna lombar?

Se vais usar uma mochila por um longo período, principalmente se estiver pesada, precisas prestar mais atenção à ergonomia — como a mochila encaixa-se à tua postura e ao formato do teu corpo. Se vais participar de uma grande expedição de caminhada na natureza, recomendamos que experimentes várias mochilas junto com as tuas roupas de caminhada para encontrares aquela que melhor ajusta-se às tuas formas.

O apoio lombar é para distribuir o peso da maneira mais uniforme possível pelas tuas costas e pelos ombros. Isto é possível com uma mochila bem ajustada, com alças largas e bem acolchoadas, além de uma faixa na cintura para mantê-la bem presa contra o teu corpo, evitando que bata e torça-se.

No entanto, não deve-se ter cuidado com as costas somente quando vais fazer uma caminhada como os Caminhos Incas. Até mesmo na cidade, um portátil e alguns livros vão causar-te dores e tensões, se o peso não estiver apropriado para o teu corpo. Novamente, certifica-te de que as alças são largas e bem acolchoadas para que o peso fique bem distribuído e usa os bolsos para evitar que todos os itens acumulem-se no fundo. É também uma boa ideia evitar usar a mochila em somente um ombro, porque isso pode causar desvios na coluna.

5. Ajuste

O último aspeto que deves verificar é o ajuste. As mochilas são feitas em tamanhos definidos, mas os seres humanos, não. É essencial que ajustes o comprimento das alças nos ombros e de todas as alças auxiliares para que a tua mochila fique como uma luva, independentemente do que estás a usar por debaixo. Deves conseguir tirar as alças facilmente para tirar e pôr a mochila. E, uma vez que a tenhas posta, tens de conseguir ajustá-la pela parte da frente, para que fique justa às tuas costas, sem riscos de que se afrouxe.

Timberland-accessories

Fica confortável nos teus passeios!

De maneira geral, se estiveres confortável e o teu equipamento, protegido, provavelmente escolheste a mochila correta. Quando começares a sentir tensões musculares ou a fricção da mochila, significa que é hora de reajustá-la ou investir numa mochila nova, à prova do tempo.