Timberland PT Comprar
Carrinho

10 pequenas mudanças de alto impacto, para um armário mais eco-friendly

2024-05-22

10 pequenas mudanças de alto impacto, para um armário mais eco-friendly

eco-friendly-environment

Na Timberland, estamos comprometidos com a proteção do meio ambiente e com o vestuário sustentável, e estabelecemos metas ambiciosas a curto prazo. Sabemos também que as pequenas ações de milhões de pessoas podem marcar uma grande diferença.

A roupa eco-friendly é uma peça deste quebra-cabeça. Se todos os 7,5 mil milhões de pessoas fizessem pequenas mudanças positivas, o efeito total seria enorme. Desde as roupas que escolhemos até à forma como as compramos, aqui estão os nossos dez passos para um guarda-roupa eco-friendly — e podes começar hoje mesmo.

10 dicas simples para um roupeiro eco-friendly

1. Compra marcas éticas de roupa

Há muitas marcas de roupas que levam a sério as suas responsabilidades ambientais, portanto, podes pesquisar sobre as credenciais ecológicas de uma empresa antes de comprar.

Não basta confiar na palavra dos fabricantes — porque todos dizem ser super "verdes". Pesquisa a marca usando um termo como "responsabilidade social corporativa". Muito provavelmente serás direcionado para a página do site onde a empresa declara a sua missão. Mas também vais encontrar artigos independentes e vídeos de defensores que vão dar-te uma visão mais honesta. Está nas tuas mãos fazer escolhas mais bem informadas.

2. Reutiliza

Quando uma peça de roupa chega ao seu fim, pensa qual a utilidade que ainda podes dar aos materiais. Aquelas calças de ganga poderiam virar uns calções, por exemplo? Se tens uma tesoura, agulhas e linha, tens todas as ferramentas necessárias para dar uma nova vida àquelas roupas velhas. Não precisas de transformá-las sempre noutras roupas. Podes transformá-las em mantas, almofadas ou itens de artesanato únicos.

3. Compra qualidade

Um dos maiores problemas com a moda é a quantidade de energia necessária para produzir os materiais, fabricar a roupa e transportá-la. Quanto mais roupa e sapatos compras, maior é o teu impacto. Comprar roupa e calçado de boa qualidade vai reduzir a necessidade de comprar coisas sempre novas, pelo que já estarás a fazer a tua parte. Lembra-te: calçado de qualidade é calçado ético — pode custar um bocadinho mais do que o de fast fashion, mas vais economizar a longo prazo.

4. Compra vintage – e doa

As pessoas descartam roupa por vários motivos, e nem sempre porque está velha. Podes encontrar algumas boas oportunidades nas lojas vintage e nos bazares de caridade, com uma pegada de carbono zero. Além disso, não deites fora a tua roupa usada em boas condições. Podes vendê-la, doá-la a lojas de caridade ou vendê-la para reciclagem — até os materiais da roupa mesmo velha podem ser transformados em tecidos novinhos em folha. Nós temos o projeto Second Chance — sabe mais aqui.

timberland-second-chance

5. Repara e reaproveita

Se aprenderes alguns pontos e técnicas simples de costura, podes consertar a maior parte dos pequenos defeitos. Ou, se ficares mesmo um especialista, podes dar um jeito nos rasgões e nos desfiados que inicialmente pareciam casos perdidos (e lembra-te das dicas de limpeza de antes). Oferece as tuas habilidades aos teus amigos para seres ainda mais popular — vais salvar aquela camisola querida a todos e ainda contribuir para menos uma peça de roupa no lixo.

6. Não compres roupa por impulso

Já compraste algo só porque querias na altura, mesmo quando não tinhas nada com o que combinar e realmente não precisavas de mais roupa? Estas peças frequentemente não serão usadas e, anos mais tarde, vais encontrá-las no armário ainda com a etiqueta. Planeia o teu estilo para cada estação e certifica-te de que vais usar tudo aquilo que compras. Uma peça de roupa ainda por estrear tem o mesmo impacto sobre o meio ambiente do que uma que realmente usas.

eco-friendly-timberland

7. Limpa com a esponja

Uma forma de conseguires roupas mais sustentáveis é lavá-las menos. A maior parte de nós usa algumas vezes as calças de ganga ou uma blusa antes de as lavar, mas os acidentes acontecem, e podes espirrar o molho do esparguete na roupa. Nestes casos, pões a roupa diretamente na máquina de lavar, ou tentas limpar primeiro?

Enquanto a nódoa ainda estiver húmida, pega numa esponja ou num pano e põe um bocadinho de detergente para a roupa. Molha a esponja e aperta para retirar o excesso de água. Depois, passa a esponja por cima da nódoa. Após passares várias vezes, provavelmente terás retirado a maior parte da sujidade, e a roupa vai secar com uma pequena diferença de cor, praticamente impercetível. Se a nódoa já estiver seca, põe um pouco de água por cima e deixa de molho por um ou dois minutos. Depois, repete o procedimento anterior para obteres o mesmo resultado.

O mais importante: não esfregues a nódoa, porque isto pode remover a tinta do tecido. Queres apenas tentar eliminar a nódoa, não limpá-la intensivamente.

8. Usa baixas temperaturas

Atualmente, muitas peças são delicadas e os detergentes para a roupa estão a ficar mais sofisticados, portanto, os dias de "cozer" a roupa a 60º C ficaram para trás. E como é necessário muita energia para aquecer a água, cada grau a mais é um motivo para diminuíres a temperatura. De uma forma geral, podes lavar tudo a 40 ºC ou até mesmo 30 ºC com eficiência. Somente as toalhas, meias, roupas íntimas e lençóis precisam de ser lavados a altas temperaturas.

9. Usa detergente de roupa eco

Ao mesmo tempo em que as grandes marcas de detergente de roupa estão a ceder à pressão pública diminuindo o impacto ambiental dos seus produtos, existem marcas mais pequenas que têm a sustentabilidade como missão há muitos anos. Estas marcas éticas sempre tiveram como prioridade o fabrico de produtos concentrados, que contribuem para um menor impacto em packaging e transporte, além de usarem ativamente ingredientes que são mais gentis para o meio ambiente, especialmente a água. Procurar estas marcas irá marcar a diferença no impacto de cada lavagem.

10. Espera por uma carga maior

Já fizeste um ciclo completo da máquina de lavar com uma ou duas peças de roupa? Isto gera um desperdício enorme, usando praticamente a mesma quantidade de água e eletricidade que uma máquina com carga total. Separa as tuas roupas em temperaturas e cores diferentes, e lava apenas quando tiveres acumulado a carga completa. Também vais economizar dinheiro!

A moda sustentável começa aqui!

Como mostrámos, a roupa sustentável está ao nosso alcance, basta fazer algumas pequenas mudanças na forma como compramos, cuidamos e descartamos a roupa. Nenhuma destas mudanças exige grandes transformações no teu comportamento, mas realmente contribuem para a sustentabilidade. E não te esqueças: muitas destas dicas vão fazer-te economizar dinheiro, tornando a moda ética numa atitude duplamente vantajosa. Não penses que as outras pessoas e os governos irão agir por ti. Começa hoje e aproveita os benefícios.